top of page

Saiba como a conversão assistida pode ajudar o seu negócio a crescer

Nesse artigo iremos ajudar você a entender como utilizar a conversão assistida no Google Analytics para alavancar o seu negócio.

Imagem mostra conexões de redes sociais.

Você certamente já ouviu falar sobre as conversões assistidas. No Universal Analytics (Google Analytics) temos um relatório específico para isso que fica dentro de Conversões -> Funil MultiCanal -> Conversões Assistidas, dentro dele você consegue entender e interpretar como algum canal ajudou na conversão final do seu site.


Mas antes disso você sabe realmente o que é conversão assistida? A conversão assistida nada mais é do que qual(is) canal(is) o seu usuário teve contato antes de converter, ou seja, qual a contribuição daquele canal para a conversão final.


Ainda não entendeu? Vamos lá... Imagine que você estava navegando pelo Facebook e se deparou com o anúncio de uma camisa preta do jeito que você queria! Acessou o site, viu o preço mas “deixou para lá” no momento. No dia seguinte você resolveu pesquisar pela camisa preta no Google e clicou em um anúncio do Google Shopping. Pensou bem e comprou a camisa. De quem foi a conversão final?


Pelo modelo padrão de atribuição do Google Analytics Universal foi o Google Shopping responsável pela conversão, já que o modelo de atribuição padrão é o último clique não direto.


Mas, o Facebook Ads foi quem te deu aquele “gostinho” de querer a camisa, certo? Então dizemos que ele assistiu o Google Shopping na compra!



Entendendo o relatório de conversão assistida do Google Analytics


1. A primeira coisa que você deve fazer quando abrir o relatório no Google Analytics, além é claro de colocar o período desejado, é alterar o tipo de conversão (se não vai vir o padrão todas e vai ficar bastante confuso de entender).

Print Screen de uma página do google analytics master view.
Fonte: Google Analytics Master View


2. A segunda dica, dentro da própria ferramenta é ao invés de deixar grupo de canais MCF clicar em Origem/Mídia.

Print Screen Google Analytics Master View
Fonte: Google Analytics Master View



3. Feito isso o relatório mostra justamente quais canais ajudaram na conversão final. No exemplo da figura abaixo vemos que o que mais trouxe essa “ajuda” foi o direto, que no período de uma semana trouxe mais de 2 mil assistências com mais de 42 mil dólares de receita (que não foi ele diretamente que trouxe, mas ajudou)

Print Screen Google Analytics Master  View
Fonte: Google Analytics Master View

Mas ATENÇÃO! Não é todo canal que merece ser analisado por assistência, os canais que tem objetivo de trazer conversão final, como remarketing por exemplo deve ser analisado pela conversão final.


Agora faça você mesmo! 😉


Esperamos que você tenha entendido o significado e a melhor maneira de analisar a assistência do seu negócio!


E lembre-se, às vezes um canal ou uma campanha não está trazendo conversão final mas pode estar trazendo assistência por ser um canal/campanha pensado no topo de funil ou em branding.


Por isso é importante sempre mapear em qual etapa do funil é o objetivo do canal/campanha antes de pensar em pausar ou cortar budget.



Camilla Leão, autora do artigo

Comments


bottom of page